Entenda a diferença entre recheadora, envasadora e dosadora
5 de abril de 2018
3 motivos que fazem da Panitec a melhor em fabricação de máquinas para a indústria alimentícia
29 de abril de 2018

Tecnologia para alimentos: o que há de novo

A revolução proporcionada pela tecnologia trouxe mudanças para todos os setores da sociedade, inclusive para a indústria alimentícia. Atividade exercida há séculos pela humanidade, a produção de alimentos é essencial para nossa vida e vem se incrementando a cada ano, lançando novos equipamentos e técnicas diferenciadas para uma produção cada vez mais rápida, efetiva e de qualidade.

Indo de produções pequenas a grandes parques industriais, a aplicação de tecnologia para alimentos é capaz de diversificar a facilitar o dia a dia de qualquer profissional que atue na área. As opções existentes no mercado atualmente variam de máquinas para aplicação individualizada de recheios até grandes equipamentos para automatização da produção em escala em grandes volumes. Uma coisa é certa, porém: no século XXI, a inovação tomou conta da indústria de alimentos com o um todo, impactando diretamente todos os perfis de produtores.

Leia mais: Mudanças e oportunidades na indústria alimentícia

Tendências da tecnologia para alimentos

A evolução da indústria alimentícia e até as relações de concorrência nesse setor têm girado em torno da evolução dos equipamentos utilizados. Junto à qualidade dos ingredientes utilizados e da batalha de marketing pelos mercados consumidores, a tecnologia tem sido um ponto de diferenciação na conquista pelo público, tanto de pequenas quanto de grandes fábricas.

Uma das grandes tendências para o século é a aplicação de inteligência artificial nos equipamentos de produção. Atualmente, já existem diversas opções de máquinas capazes de automatizar todo o processo, que estão cada vez mais acessíveis. Com o tempo, a tendência é que sejam utilizados novos avanços na área de robotização e big data, para tornar as etapas mais tecnológicas e facilitar toda a produção, de forma segura e efetiva.

O uso de informações estruturadas para padronizar os processos também participa dessa nova tendência. As máquinas atuais conseguem entender as necessidades de cada tipo de produção e tomar decisões por si mesmas, criando mais regularização dos produtos e garantia de qualidade.

No novo cenário mundial, um dos grandes problemas vividos pela sociedade é o não aproveitamento correto dos recursos, o que gera problemas atuais de distribuição e preocupações futuras sobre a vida no planeta. Considerando os desafios da atualidade, uma das tendências que estão em voga na área de tecnologia para alimentos são equipamentos capazes de reduzir o desperdício.

Na produção alimentícia, contar com máquinas que facilitam a aplicação e a dosagem de ingredientes, por exemplo, permite não só a padronização dos produtos, mas também o controle da quantidade de cada elemento utilizado nas receitas. A atuação de máquinas que facilitam o envasamento, o armazenamento e o transporte, além de garantir a segurança da produção e a qualidade dos alimentos também são formas de aproveitar ao máximo os alimentos produzidos, contribuindo para o acesso e a boa dispersão dos produtos.

Aproveite para conhecer também 3 tendências do setor de food service em 2018.

O que você considera como tendência em tecnologia para alimentos neste século? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe suas ideias conosco.

 

1 Comentário

  1. […] Leia mais: Tecnologia para alimentos: o que há de novo […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *