Conheça 3 modelos de máquinas para salgados
3 de julho de 2018
Como automatizar a produção de pão de queijo
30 de julho de 2018

Tecnologia na indústria de alimentos: o que você precisa saber

Você já deve ter ouvido falar que estamos vivendo uma revolução digital. Depois dos avanços que o mundo vivenciou com o surgimento da internet e o desenvolvimento de novas tecnologias, assistimos e participamos atualmente de uma renovação nos modos de trabalho, de produção e de vida, de modo geral. Tudo isso não deixa de fora a indústria de alimentos.

Empresas de todos os portes vêm sendo influenciadas, de uma forma ou de outra, pelo avanço da tecnologia da informação, aplicando novos métodos e melhorando, a cada dia, sua produção. Tudo isso afeta também os consumidores e toda a população, uma vez que os alimentos estão ganhando em qualidade e diversidade.

Com todas essas alterações, quem atua na indústria de alimentos já sabe que investir em tecnologia passou a ser um dos fatores cruciais para o sucesso da empreitada. Recursos como maquinário e ferramentas digitais de controle da fabricação, por exemplo, ampliam os diferenciais de uma fábrica de alimentos e a tornam mais competitiva diante do mercado.

Leia mais: 3 tendências da indústria alimentícia para o segundo semestre de 2018

Modernização da fábrica de alimentos

As funcionalidades dos aparatos utilizados atualmente na indústria de alimentos aumentam a cada dia, fazendo com que seja um grande desafio acompanhar todas as evoluções que surgem. Hoje, a produção de salgados, por exemplo, pode ser toda feita de forma automática, ganhando facilidades novas a cada equipamento lançado pelo mercado.

Alguns atributos já são comuns e até imprescindíveis para uma produção segura e de qualidade. Automação é um conceito que todo empreendedor da indústria de alimentos precisa conhecer. Quanto mais automatizada sua produção, maior o controle e a agilidade para que os produtos sejam feitos, de forma segura e confiável. Isso é possível a partir de máquinas conectadas a sistemas operacionais, construídas especialmente para a produção de alimentos, prevendo as etapas e conectando-as entre si.

Leia mais: Tecnologia para alimentos: o que há de novo

A conectividade é outra funcionalidade de grande importância hoje em dia. Manter a informação sobre a produção em formatos acessíveis e de fácil mensuração pode ajudar, e muito, no gerenciamento da fábrica de alimentos, permitindo melhorias em todos os processos e identificação de possíveis falhas.

A chamada Indústria 4.0 reúne todos esses conceitos que trazem modernidade para a produção industrial. Ela agrega a tecnologia e a evolução dos recursos a um trabalho mais dinâmico e eficiente, tornando todo o processo produtivo mais eficaz, com redução de custos e desperdícios.

E não param por aí os termos que acompanham essa evolução. Aplicar tecnologia na indústria de alimentos pode envolver também Internet das Coisas, Machine Learning, Inteligência Artificial e diversas outras aplicações inovadoras que contribuem diretamente para o aumento da produtividade e da qualidade dos alimentos, seguindo tendências e melhorando toda a cadeia.

Quer saber mais sobre o uso de tecnologia na indústria alimentícia? Continue acompanhando o blog da Panitec ou deixe seu comentário no espaço abaixo.

2 Comentários

  1. Evandro Costa Neves disse:

    Boa tarde!
    Seus equipamentos tem protocolo de comunicação com sensores para exposição de dados em base de dados?

    Obrigado,
    Evandro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *